MEIO AMBIENTE
Gato-maracajá é encontrado morto em Sertão
   

Por Redação
31/03/2020 20h23

Gato-maracajá é encontrado morto em Sertão. Segundo informações de moradores repassadas ao Tribuna Getuliense, foi encontrado um possível filhote de onça no início da noite desta terça-feira, 31, entre o trecho do Distrito de Engenheiro Luiz Englert e a ERS135. Eles informaram de que estavam caminhando e encontraram o animal na beira da estrada, morto. Para tirar qualquer dúvida ou preocupação, entramos em contato com a bióloga Amanda Perin Marcon e ela nos informou de que se trata de um gato-maracajá (Leopardus Wiedii), adulto, que é uma espécie que não representa qualquer ameaça a humanos, pois é um especialista em escalar árvores e caçar aves. Ele tem hábitos crepusculares-noturnos, dorme escondido na mata durante o dia. Ainda conforme Amanda, qualquer dano econômico que ele possa causar em galinheiros, por exemplo, pode ser facilmente causado por cães, e também pode ser resolvido aplicando melhor proteção às galinhas usando um galinheiro fechado. Amanda acredita que pelo sangue na boca, ele tenha sofrido algum trauma, talvez atropelamento, ou ainda pode ter expelido sangue por ter ingerido veneno. Outra hipótese é ter sido vítima de ataque de cachorro tendo em vista as orelhas mordidas. No Rio Grande do Sul, o gato-maracajá está entre as categorias vulneráveis de extinção. Portanto, fique atento porque capturar, injuriar ou matar essa espécie e qualquer outro animal silvestre configura crime ambiental passível de punição.

Gato-maracajá é encontrado morto em Sertão Créditos: imagem enviada por leitor/Divulgação TG


   

  

menu
menu