PAÍS
Brasil tem o menor crescimento populacional da história em um primeiro semestre
   
Média de óbitos é a maior da história em um primeiro semestre

Por Redação, com informações R7, Tribuna Getuliense
09/07/2021 17h44

Na primeira metade de 2021, nunca se morreu tanto e se nasceu tão pouco. A média de nascimentos e mortes sempre manteve-se com cerca de 900 mil nascimentos a mais, esse ano caiu para 369 mil. Isso representa uma queda de quase 60% comparado a média histórica. Comparado a 2019, último ano antes da pandemia da Covid-19, a queda é de quase 56%.
Esses dados foram divulgados através da Arpen-Brasil (Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais) que utilizou números do portal da transparência e do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
2021 é o ano com o maior registro de óbitos desde 2003. Neste ano, até o mês de junho, 956.534 óbitos foram registrados, número 67,7% maior do que a média dos outros anos, comparando o mesmo período.
Já em relação aos nascimentos, este é o ano com o menor número desde 2003, com 1.325.394 nascidos até junho deste ano. Em relação a 2019, a queda é de 8,9%.


   

  

menu
menu