ESPORTE
Com mais um gol, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, se isola em artilharia e é peça chave do Atyrau, do Cazaquistão
   
O Atyrau venceu ontem (23) o Zhetysu Taldykorgan por 2x1 em jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato do Cazaquistão

Por Assessoria de Imprensa
24/06/2021 17h00

Mesmo jogando fora de casa, o Atyrau venceu ontem (quarta-feira) o Zhetysu Taldykorgan por 2x1 em jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato do Cazaquistão. Um dos destaques da partida foi o brasileiro Bryan, que marcou um dos gols da vitória dos visitantes. Com os três pontos, o Atyrau assumiu a sexta colocação e segue vivo na briga por classificação para as competições europeias.
Lateral-esquerdo, Bryan vive no Cazaquistão uma fase artilheira na carreira. Com tento de ontem, ele chegou a quatro gols marcados na competição e é o atleta do Atyrau que mais balançou as redes adversárias na competição. Vale ressaltar que além dos tentos, o jogador brasileiro já contribuiu com duas assistências, ou seja, participou de seis dos 17 gols do Atyrau na competição nacional. “Fico muito feliz pela boa fase que estou vivendo e pela excelente temporada que tenho feito até o momento. Eu sou um jogador que independente de ser um defensor, sempre gostei de marcar gols. Mas, ser o artilheiro é algo realmente especial. Vou continuar focado para conseguir fazer o melhor a cada jogo”, destacou o atleta, que no futebol brasileiro passou por clubes como: América Mineiro, Ponte Preta, Cruzeiro, Vitória e CRB.
Além da artilharia, algo que vem chamando atenção no futebol de Bryan no Cazaquistão é a sua versatilidade. Na vitória contra o Zhetysu Taldykorgan, ele iniciou a partida como lateral-esquerdo, porém, durante o duelo foi deslocado para atuar no meio-campo e terminou o compromisso como ponta. “Desde a base, eu sempre tive essa facilidade de jogar em mais de uma posição. Tenho conseguido me manter em alto nível, independente de qual posição esteja jogando. Algo que ajuda também é que o treinador acredita muito em mim e é algo fundamental para que eu possa fazer um bom papel dentro de campo”, comentou o camisa 15.
No total, a elite do futebol do Cazaquistão conta com 14 equipes, os dois últimos são rebaixados e os três primeiros garantem vagas nas competições europeias. O campeão nacional disputa as eliminatórias da Champions League, enquanto o segundo e terceiro colocado encaram as eliminatórias da Copa da UEFA. “Essa última vitória nos manteve vivos na briga por vagas nas competições europeias e nos afastou ainda mais da zona de rebaixamento. Estamos na reta final do campeonato e seria muito importante buscar uma vaga nas principais competições do continente”, explicou Bryan.


Download Imagem 1
Download Imagem 2

   

  

menu
menu